.

quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

 
'Tudo vermelho
os meus olhos pegando fogo
minha paciência encardida, meu sufoco
eu já quebrei o espelho.'

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Amanhã fico triste… amanhã!
Hoje não… Hoje fico alegre!
E todos os dias, por mais amargos que sejam, eu digo: Amanhã fico triste, hoje não…”



(Poema encontrado na parede de um dos dormitórios de crianças do campo de extermínio nazista de Auschwitz )

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

E eu sei o quanto vai ser cansativo correr da dor, o quanto vai ser falso eu ignorar ela aqui no meu peito.
Mas vou correr até a minha última esquina... Cansei de morrer na vida das pessoas!!!

(Clarice Lispector)

domingo, 2 de janeiro de 2011

.

E a dor hoje se fez viva, ferindo fielmente a alma. A fenda dos olhos no chão, o peito em brasa,  os olhos naufragados! O hormônio da desilusão passeia livremente dentre as veias exalando os ultimos suspiros de paixão.

                               (m.e.c.G)

Algodão as vezes é doce, as vezes é doce não.



O alvorecer trouxe consigo a face negra do amar, um gosto de féu na palavra, um cheiro de Tagetes patula invade a alma. As paredes dessa casa desbotaram, assim como a vontade de amar.
O mundo hoje se faz preto e branco. Acabou. A onda levou o castelo de areia que havia contruido e o principe acaba de viriar sapo. 


                     (m.e.c.G)